RAIZES AFRICANAS Aliança francesa de Botafogo abril 2015


 

PALAVRAS E MARAVILHAS

Sob a Presidencia da Sra Marô Barbieri

Sabado 11 de abril 10h/13h

 
Aliança francesa de Botafogo

Bate papo ao vivo com Marselha

 
RAIZES AFRICANAS

 

10h Origens e impacto da escravatura na juventude hoje…

Bate papo cruzado na França com : Jean-Paul Delfino (écrivain) Jean-Paul Delfino, Emilie Audigier (traductrice)  Kéletigui (dramaturge et directeur de Afriki Djigui Theatri) Afriki Djigui Theatri et Armando Cox (journaliste, directeur de Cocotte Musique et de Negropolitaines) Armando Coxe,








E no Rio com






 

YVONNE MAGGIE Antropologa e escritora. Professora titular do Departamento de Antropologia Cultural do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro desde 1969, E autora do blog «A vida como ela parece ser», do site G1, da Globo.com.
Como escritora, lançou Divisões perigosas: políticas raciais no Brasil contemporâneo (2007),[ ]Medo do feitiço: relações entre magia e poder no Brasil, *Raça como retórica: a construção da diferença (2002), e Guerra de Orixá: um estudo de ritual e conflito. Yvonne Maggie

 
 

 


 


ALAIN PASCAL KALY de origine senegalês, graduado e mestre em sociologia pela Universidade Federal da Bahia, doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e pós-doutor pelo departamento de História da Unicamp.

Kaly é presidente da ONG Vida Brasil. Alain Pascal Kaly

 

 
 

 

LIA VIEIRA É pesquisadora, dirigente da Associação de Pesquisa da Cultura Afro-brasileira e militante do movimento Negro e do Movimento de Mulheres. Participa de congressos internacionais sobre o ensino da cultura afro-brasileira, enaltecendo o papel dos professores, agentes multiplicadores de um ensino transformador de responsabilidade.

 

 
11h30 Teatro Negro e Resistencia

com

 



GERALDO RAMOS PONTES JR. Atua na área de Letras, como Professor Associado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com ênfase nas Literaturas de Língua Francesa assim como na Literatura Brasileira, nas Literaturas de Língua Francesa e no Comparativismo Literário. Interesses de pesquisa: o discurso sobre alteridade / identidade como configuração enunciativa do sujeito no campo literário; a questão do sujeito nos estudos de dramaturgia; as literaturas “pós-coloniais” e/ou “transnacionais” e as representações simbólicas através das quais a língua é apropriada pelos sistemas ideológicos nesses campos; o comparativismo literário como uma questão de teoria literária.

 

«  O que representa para autores africanos como Sony Labou Tansi (nascido no Congo Kinshasa e radicado no Congo Brazzaville), Koffi Kwahulé (Costa do Marfim), Koulsy Lamko (Chade) e Gustave Akakpo (Togo) escrever dramaturgia em língua francesa? Como se pode ler em suas obras a realidade ou a ficção / imaginação de seus países? A distinta escrita de cada um desses autores traz interessantes temas e formas de indagação que o teatro, ainda pelo viés da dramaturgia, principalmente, pode trazer ao público. Desde o primeiro desses autores, figura emblemática, autor e diretor já falecido, que divulgou sua arte pela Europa através da companhia que ele mesmo criou no Congo, o Rocado Zulu Théâtre, até o último, e mais jovem, radicado em Paris onde trabalha como coordenador do comitê de leitura do Tarmac, que hoje é o palco principal da francofonia naquela cidade, passando por outro radicado em Paris, Kwahulé, e um auto-exilado no México, Lamko, diferentes formas e discursos nos levam às variadas paisagens e mensagens do continente africano, do qual nos trazem com a proposta de um teatro em busca do universal….

 


REINALDO SANT’ANA Diretor de teatro, Gestor cultural Grupo Entrou por uma porta . Formado em Historia e em Artes Cênicas é Mestre em Antropologia Cultural pela Universidade Federal Fluminense. Integrante do Movimento Visões Suburbanas, desde 2013 articula o Encontro Internacional de Teatro comunitario.

 

 

 


MARÔ BARBIERI é natural do Rio Grande do Sul. Escritora, professora e contadora de histórias, tem Licenciatura Plena em Letras (Língua e Literatura Portuguesa e Língua e Literatura Francesa) pela PUCRS. Autora de 27 livros, Patrona de nosso evento foi convidada pela Association Kortczac e pelo Instituto do Livro de Cracovia, no ultimo Salon du Livre em Paris.

 

 

 
INFOS PRATICAS

Aliança francesa de Botafogo . Rua Mena Barreto. (Perto do M° Botafogo)

Auditorio de 60 pessoas

Publico esperado : Jovens e acadêmicos

 

 

 
 

 

Posts les plus consultés de ce blog

CONGRES MONDIAL DE LA NATURE

I Wanna dance with someboby

REGARDS D'AMAZONIE A L'HOTEL LE RYAD