SARAU POÉTICO NA BIBLIOMAISON

 


QUEM SÃO OS POETAMIGOS DO 7mo FESTIVAL PALAVRAS E MARAVILHAS ENTRE RIO E MARSELHA? 

Lista de poetas e suas mini biografias

 

 

Mano Melo

poeta, ator, roteirista. Viajou por dez anos fora do Brasil, na Europa, Ásia e África.
quando retornou ao país, tem interpretado seus poemas em teatros, tevês, rádios, bares,

centros culturais, ciclos de poesia e congressos literários, universidades, escolas, até

mesmo praças e praias, no Rio de Janeiro e outras cidades do Brasil, capitais e interior.

Atualmente se apresenta com o recital show MANO A MANO, recital show itinerante

em formato Poesia em Pé (stand up poetry).

 

Tavinho Paes

- aquário, ascendente aquário, lua em escorpião – carioca – 68 anos

- poeta em tempo integral; escritor nas horas vagas; jornalista (Editor de O Pasquim - 1985/1986 e Rio Capital - 2001 - 2003), webmaster e editor independente: + de 120 booklets e panfletos, realizados desde 1976.

- composuitor: 188 músicas, parceiro de Arnaldo Brandão em hits como Totalmente Demais, Radio Blá (com Lobão), gravado por  (escolham): Anitta, Caetano Veloso, Gal Costa, Maria Bethânia, Gilberto Gil, Rita Lee, Marisa Monte...

- diretor e produtor de eventos culturais de poesia, como (escolham): poeMatrix (FLIP, desde 2015)) - Festival Poesia Voa (Circo Voador) - poemaShow (com Ricardo Muniz de Ruiz).

 

Celso Sanchez

Biólogo, licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995), mestrado em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social, Cátedra UNESCO de Desenvolvimento Durável pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001) e doutorado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2008).

É professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro(UNIRIO), atuando na Graduação e no Programa de Pós-Graduação em Educação. Coordena o Grupo de Estudos em Educação Ambiental desde el Sur, GEASur/UNIRIO.

Presidente da Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, ABRAPEC, para o mandato 2021/2023. Conselheiro do Conselho Estadual de Educação Escolar Indígena do Estado do Rio de Janeiro, diretor secretário da ADUNIRIO, seção sindical Andes. E poeta.

 

Severino Honorato

Com 70 títulos em cordéis publicados. 04 livros em poesia estilo livre e 2 infantijuvenil editados. Oficineiro de Literatura de Cordel e pesquisador.

Trabalha com performance poética e se utiliza do canto do aboio para enaltecer a cultura nordestina. Premiado em diversos concursos literários. Filho de pais não letrados que lhes deran as melhores lições de vida. Filho, irmão, tio, pai e avô, dedicado às causas sociais. 

 

Victor Hugo Goulart

V.Hugo - Poeta das Margens

“As palavras traduzem minha alma.” Nasceu meu 2 livros: Laroiê Exu (2021) pela Lei Aldir Blanc e o "Margens Dissidentes" Ed. TAUP (2023). Participa de diversas antologias e revistas literárias. Palestrei na Bienal Livro RJ (2021).

 

 

 

 

 

Sandra Lima

Nascida em 10 de junho de 1970, carioca, filha de uma nordestina e um português. 

Aos 9 anos de idade começou a apresentar seus muitos dons artísticos, esculturas de barro,  desenhos, contos e poemas. 

Em Jacarepaguá zona oeste do Rio, onde marca sua trajetória como produtora cultural  independente, começa a produzir diversos eventos. 

Seu primeiro vídeo, foi o documentário “A Mulher Guerreira” em 2006. 

De 2011 a 2016 fez oficinas de roteiro, produziu 3 documentários, 15 curtas, 1 longa, e participou de projetos com cineastas internacionais, produziu oficinas de vídeo nas escolas  Padre Francisco da Motta e Colégio Sonja Kil ao lado do diretor Clementino Jr. 

Ainda de 2014 a 2015, ministrou oficinas de vídeo e produções de curtas metragem no GEC  Nicarágua em Realengo. 

Em 2017 atua como diretora de Caminho das Pedras, documentário sobre a diversidade cultural d a f a v e l a de Rio das Pedras na Zona Oeste do Rio.  

Ainda em 2017 produziu e Dirigiu o documentário “LUGAR DE MULHER” para o Congresso Mulherio das letras. 

Em 2018 é selecionada para o curso Cinema, Pensamento e Criação da PUC Rio e produz o documentário “CONCEIÇÃO” que conta a trajetória de uma e x . m o r a d o r a d e r u a . 

De 2020 a 2021 recebe o prêmio Arte em Movimento, ganha o concurso de fotografia Olhar  Sobre o Amanhã com a foto “A Favela tem sede” 

Ganha o concurso fotográfico da Semana do Patrimônio Fluminense em primeiro lugar na  categoria paisagens que me inspiram com a fotografia “O Amanhã que me abraça”. 

Vence os editais cultura na rede e fomenta festivais com projetos adaptados de presencial para  online no formato audiovisual. 

Produz 3 curtas sobre a pandemia e participa de alguns festivais online.

 

Jô Carvalho

Nascida na cidade de Arcoverde no sertão pernambucano. Jô Carvalho ainda menina mudou-se para o Recife (região central), ali permanecendo a infâcia e juventude.

Tendo o privilégio de morar em uma região cultural da capital. Soube tirar proveito desse convívio, participando das cirandas, festas locais, rodas de música, e em alguns bares era sempre convidada para uma canja. Nessa época não havia tempo para dedicação á música. Mas, quando nossa realidade é a arte, ela se apresenta em qualquer lugar, visto que, está impreguinada no espírito. 

As composiçôes só vieram depois de mudar para morar no Rio de Janeiro, onde foi fácil fazer grandes amigos ligados a música. Hoje, conta com mais de 50 composições e 90 poemas.

Poema Nascente Nascente selecionado para o Poetize 2022

 

Joana D'Arc Lage

Joana D'Arc Lage, Tem 49 anos, é esposa, mãe, avó, Pedagoga e Escritora. nasceu em Austin, Município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense/RJ. Pedagoga, mediadora da leitura e Escritora. Coautora em mais de vinte antologias, autora de dois e-books, do tutorial de origami e poesia Misturança e da série joaninha. Atuando como arte educadora, Joana sempre amou trabalhar com oficinas criativas com ênfase no meio ambiente, palestrar, contar histórias e escrever contos e poesias. Durante o estágio de cooperação em educação no Japão se apaixonou pela arte do ORIGAMI. Voltando para o Brasil, criou o origami afro e idealizou a Origamízes. Através das oficinas da Literando Origamízes, une a arte do origami, poesia e contação de histórias para ressignificar marcas, resgatar afetos e memórias e fortalecer nossas raízes. Trabalhando como pedagoga e mediadora da leitura e escrita fez do ORIGAMBOOCK - ORIGAMI-LIVRO, um método criativo para conquistar o coração das crianças tornando-as autoras e coautoras de fábulas e versos divertidos.

 

 

Ayala Rossana

Atua como produtora, diretora e atriz no espetáculo Os Saltimbancos, que é inspirado no conto Os Músicos de Bremen, dos irmãos Grimm e na versão brasileira ganhou músicas de Chico Buarque. A peça já esteve nos teatros Gláucio Gil, Glauce Rocha, Serrador e Ziembinsky, entre outros palcos o Rio de Janeiro.

Trabalha como produtora no Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos do Estado do Rio de Janeiro/ SATED/RJ.

Participou das novelas da Rede Globo, Orgulho e Paixão,  Dona do Pedaço, Salve-se Quem Puder e na série Filhas de Eva da GloboPlay.

Realiza como agente cultural o projeto de Formação de Plateia já tendo levado aos teatros do Rio de Janeiro mais de 10.000 pessoas para assistirem gratuitamente espetáculos e circo.

 Ganhadora do Prêmio Arlequim de melhor produção pelo espetáculo infantil, Mirona, a Princesa Chorona no Festival de Teatro do Rio em 2009.

Ganhadora do prêmio de Melhor atriz da WEBSérie Meninos Que Não Vão Pra o Céu 3,  no Festival de Cinema CAwCine 2020.

Teve seu primeiro livro infantil Macartelo, o macaquinho sem rabo e amarelo, publicado no ano de 2020 sendo o livro vencedor de melhor livro e melhor divulgação no Festival CawCine 2022.

 

Magda Godinho de Abreu

Carioca, 61 anos, Artista multimídias, arte-educadora e pesquisadora, pós graduanda em Arteterapia pela Faveni-ES, e em Ciência, Arte e Cultura na Saúde pela Fiocruz. Escritora, poeta e roteirista audiovisual, audiodescritora, e podcaster. Pesquisa tecnologias de Interfaces multimodais para inclusão de não letrados e jogos arteterapeuticos. Em 19 performou a poesia 'O Kitch Pariu'? no MAR, no aniversário da Universidade das Quebradas, Letras UFRJ, em 21 participou do livro Fio Arte Erótica da Fio Poético, org. Clécia Oliveira, com 'Sintomático', o conto 'Todo dia acordo assim ' foi publicado em Narrativas da oficina vol. I , UFRJ, orgs. Rafael Gutiérrez e Paulo Roberto Tonani, em 22, e estou, com um conto curto, na coletânea Negras palavras cariocas que será lançado em breve.

 

Tom Kbélo /Salvador

Tom Kbélo é escritor, produtor cultural, estudante de Geografia na UFBA e está a frente da Tom-K Produções Culturais, coprodutora do Festival Palavras e Maravilhas.

Radicado em Salvador desde 2019, Tom Kbélo nasceu na zona Leste de São Paulo, onde iniciou a Tom-K Produções Culturais, com a qual tem trabalhado em festivais nacionais e internacionais, como o Festival de Arte Popular do Alto Tietê (FAPAT/SP) e o Festival Palavras e Maravilhas (França/Brasil), bem como na produção de shows, festas e saraus.

Durante o período pandêmico,  atuou com o programa virtual de entrevistas Bate Papo Tom-k, um espaço de divulgação em apoio a artistas independentes.

E criador e apresentador dos Propagasom e O néctar do brega, ambos na programação atual da Internova Radiow.

Em 2021 lançou o livro de poemas Anjos Bailam, pela Carpe Librum.

 

Nilzangela Souza /São Paulo

Poeta

Presidente do Instituto Olhar da Lingua Portuguesa no Mundo

CEO editora OLPB PUBLISHER

Embaixadora Cultural da Casa do Poeta de São Paulo e Lisboa

Autora da Lei - Semana da Poesia no Calendário de Eventos  Oficial de São Paulo




Commentaires

Posts les plus consultés de ce blog

PROGRAMMATION FRANCE BRÉSIL Paroles et Merveilles 2024

Créolités marseillaises, Jam Session avec Gil Aniorte Paz Dimanche 26 mai à partir de 17h à l'Esquina Tropicale

REPORTÉ Pour une terre sans mal - Dialogue autour du peuple Guarani